Comissão Pastoral da Terra Nordeste II

  • 1.jpg
  • 2.jpg
  • 3.jpg
  • 8.jpg
  • 4.jpg
  • 10.jpg
  • 9.jpg
  • 5.jpg
  • 7.jpg
  • 6.jpg
Companheiros e Companheiras, Como a maioria de nós já está sabendo, no último domingo dois dirigentes regionais do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST) foram assassinados no acampamento Alto da Balança. No dia seguinte aos assassinatos, ao voltar do velório de um dos companheiros mortos, o Coordenador Nacional do MST, Jaime Amorim, foi preso pela Polícia Militar de Pernambuco, em decorrência de sua participação em uma manifestação popular em frente à embaixada dos Estados Unidos no ano passado. Enquanto a Polícia Militar usou todo o seu aparato para prender o dirigente do MST, o mesmo não vem sendo feito por parte dessa mesma polícia no sentido de prender os assassinos dos companheiros Josias Barros e Samuel Matias Barbosa. Do mesmo modo, o Tribunal de Justiça negou, ontem, o pedido de habeas corpus para a libertação de Jaime Amorim, preso arbitrariamente sob o argumento inverídico de que ele não possui endereço fixo. Diante disso, a Comissão Pastoral da Terra (CPT) está convocando a sociedade pernambucana para se mobilizar contra o crescente processo de criminalização que os movimentos sociais vêm sofrendo no estado e contra a impunidade de crimes contra ativistas e defensores de direitos humanos. Vamos exigir a imediata prisão dos culpados pelos assassinatos dos companheiros Josias e Samuel e a soltura de Jaime Amorim, que consideramos um prisioneiro político. O Ato acontecerá hoje, às 16 h, em frente ao Tribunal de Justiça de Pernambuco (prédio do Palácio da Justiça, na Rua do Imperador, Recife Antigo). Contamos com a presença de todos/as.