Comissão Pastoral da Terra Nordeste II

  • 9.jpg
  • 3.jpg
  • 8.jpg
  • 10.jpg
  • 1.jpg
  • 6.jpg
  • 5.jpg
  • 2.jpg
  • 4.jpg
  • 7.jpg

Meio Ambiente

Desmatamento na Amazônia tem a maior taxa em 15 anos

Desmatamento na Amazônia tem a maior taxa em 15 anos

O Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), órgão do governo federal, anunciou nesta quinta-feira (18/11) que a taxa de desmatamento na Amazônia Legal Brasileira teve um aumento de 21,97% em um ano.

O valor de corte raso foi estimado em 13.235 km² no período entre 1° de agosto de 2020…

Leia mais:

Nova lei dos agrotóxicos preocupa trabalhadores rurais e pesquisadores no Vale do São Francisco

Nova lei dos agrotóxicos preocupa trabalhadores rurais e pesquisadores no Vale do São Francisco
Pesquisadores ressaltam que uso indiscriminado de agrotóxicos na fruticultura irrigada pode trazer danos ao Rio São Francisco - Netafim

Conhecido como Pacote Veneno, o Decreto nº 10.833/2021 e o Projeto de Lei nº 6.299/2002, publicados pelo presidente Jair Bolsonaro no início de outubro tem gerado preocupações por flexibilizar o uso de agrotóxicos estabelecido na lei de 1989. Um dos pontos de maior alarde é o artigo 8º do decreto, que estabelece que os agrotóxicos registrados para a agricultura podem ser utilizados também em ambientes hídricos, o que ameaça os rios e as populações que vivem próximas a eles.…

Leia mais:

Área derrubada da Amazônia em terras indígenas e protegidas é 3 vezes maior que a cidade de SP

Área derrubada da Amazônia em terras indígenas e protegidas é 3 vezes maior que a cidade de SP
Mais de 460 mil hectares foram devastados para extração de madeira na Amazônia - Ricardo Oliveira / AFP

Resultados do Sistema de Monitoramento de Exploração Madeireira (Rede Simex) indicam que a extração na Amazônia continua ocorrendo de forma ilegal em regiões de proteção integral, reservas indígenas e unidades de conservação de uso sustentável.…

Leia mais:

Agro é fogo: Queimadas são crimes do agronegócio!

Agro é fogo: Queimadas são crimes do agronegócio!

 Movimentos e organizações da sociedade civil divulgam nota pública denunciando a destruição de biomas brasileiros pelo fogo criminoso e marcam oposição ao pronunciamento de Jair Bolsonaro.

O “Brasil em chamas” é notícia no mundo inteiro; os biomas e modos de vida da Amazônia, do Cerrado e do Pantanal ardem. Visíveis até nas grandes cidades e monitoradas por satélites, as queimadas colocam em risco a sociobiodiversidade de todo o planeta.…

Leia mais: