Comissão Pastoral da Terra Nordeste II

  • 2.jpg
  • 10.jpg
  • 7.jpg
  • 4.jpg
  • 6.jpg
  • 5.jpg
  • 3.jpg
  • 1.jpg
  • 9.jpg
  • 8.jpg
No próximo dia 05 de março, as trabalhadoras rurais da Via Campesina darão início às manifestações que irão marcar a semana da mulher. As atividades vão de 05 a 10 de março e acontecem em várias regiões do estado. No dia 08, as mulheres do campo e da cidade unificam suas bandeiras em uma grande marcha no centro do Recife.

As mulheres trabalhadoras do campo estão organizando diversas atividades em diferentes cidades da zona da mata, agreste e sertão de Pernambuco (ver abaixo a programação e as pautas locais de reivindicação). As atividades descentralizadas serão marcadas pela denúncia dos problemas específicos de cada localidade e pelas bandeiras que unificam a luta do campo.

Na pauta das trabalhadoras rurais estão mobilizações pela reforma agrária, pela soberania alimentar, pela garantia dos direitos fundamentais à saúde, à educação, à alimentação adequada, à energia elétrica - da qual muitas vezes depende o seu trabalho e o da sua família - e a igualdade de direitos sociais e trabalhistas.

Outra importante pauta que vai estar presente nas manifestações da semana, é a luta pelo fim da violência moral, física, psicológica e cultural contra as mulheres. Nesta pauta, comum entre as mulheres urbanas e rurais está ainda a mudança no modelo econômico, o fim das relações patriarcais e machistas e a construção de um novo modelo de sociedade, que permita o fim de todos os tipos de opressão e dominação, que valorize todo tipo de trabalho, que defenda a solidariedade, a liberdade e a vida.

Defesa - As trabalhadoras rurais da Via Campesina têm em sua luta cotidiana a defesa de uma agricultura familiar ecológica que cuide de todas as formas de vida e da natureza, que produza alimentos saudáveis e diversificados. A agricultura camponesa é atualmente responsável por 70% da produção dos alimentos que chegam diariamente à mesa das/os brasileiras/os. É ela quem alimenta o campo e a cidade e garante o trabalho e a dignidade de boa parte das famílias camponesas.

PROGRAMAÇÕES REGIONAIS

Segunda-feira 05/03

ZONA DA MATA NORTE

Aliança As trabalhadoras rurais farão atividades no centro da cidade de Aliança. A concentração está marca para 8h da manhã. Durante a atividade as trabalhadoras apresentarão suas reivindicações. Na pauta estão pedidos como: maior acompanhamento das/os Agentes de Saúde nas áreas, núcleos móveis de atendimento em saúde, transporte escolar para as crianças dos assentamentos ou a construção de uma escola na área.

Tracunhaém e Araçoiaba

As camponesas dos municípios de Tracunhaém e Araçoiaba farão as suas manifestações no centro da cidade Tracunhaém. Compõe a sua pauta de reivindicação, a liberação do dinheiro do PETI (Programa de Erradicação do Trabalho Infantil), que está atrasada quatro meses; a instalação da rede elétrica (que é cobrada a taxa, mas nunca chegou energia); a construção de praças e espaços de lazer para crianças nos assentamentos e a ampliação das escolas.

Contato:

Verônica – 81- 99442117

Soninha – 81 - 87772719

AGRESTE

Caruaru

As mulheres trabalhadoras do Agreste vão se encontrar em frente à Prefeitura de Caruaru, pela manhã, para pedir o fim da violência contra a mulher. A marcha será unificada com outros movimentos, uma das principais reivindicações é para que seja nomeada uma secretária de políticas públicas para as mulheres em Caruaru.

Contato:

Maria Gilberta: 81- 96841735

Terça-feira 06/03

ZONA DA MATA SUL

Ribeirão

As trabalhadoras da Zona da Mata Sul irão se concentrar por volta das 7h da manhã, no centro da cidade de Ribeirão. A pauta das trabalhadoras prevê protestos contra a expansão da cana-de-açúcar e do agronegócio na região.

Contato: Missilene - 87631883

Quarta-feira 08/03

CAPITAL

Recife

As mulheres do campo e da cidade se encontram para um grande ato unificado no Recife. Concentração às 14h do dia 08 de março na frente da Praça Oswaldo Cruz. A caminhada segue pela Conde da Boa Vista até o Pátio do Carmo.

Contato:

Anamaria Morais 81- 91649758

SERTÃO DO PAJEÚ

Devido a distância das cidades do sertão para a capital do estado, as mulheres trabalhadoras rurais do Pajeú organizaram uma programação própria, que acontece do dia 08 ao dia 10 de março, na cidade de Afogados da Ingazeira. Na programação está a realização do III Fórum de Mulheres do Território do Pajeú, que vai discutir questões relacionadas à organização das mulheres. O encontro contará com a participação da Secretária Estadual de Políticas Públicas para as Mulheres, Cristina Buarque.

Afogados da Ingazeira

Debate na Rádio Pajeú, a partir das 10h, com a participação da CPT, Grupo Mulher Maravilha (GMM), Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Afogados da Ingazeira e Casa da Mulher do Nordeste

Quinta-feira 09/03

III Fórum de Mulheres do Território do Pajeú

Local: Câmara dos Vereadores de Afogados da Ingazeira

Tema: Mulheres em marcha em busca da cidadania

Mesa de abertura - 10h

- A organização das mulheres e a importância dos direitos humanos – Dom Luiz

- Impacto da lei na questão da violência contra as mulheres – Dr. Lúcio Luiz de Almeida

- A importância do Fórum na vida da trabalhadora rural – Luciene (agricultora de Pajeú Mirim)

2ª mesa – 10h40

- Marcha das Margaridas – Lucinha - Fetape

- Acesso à Terra – Dora - CPT

- Crédito para as Mulheres – Mery do STR de Afogados da Ingazeira

- Violência contra a Mulher – GMM de Afogados da Ingazeira

3ª mesa – 13h30

- Mulheres e Políticas Públicas – casa da mulher do nordeste e MMTR Nordeste de Serra Talhada

- Aprofundamento dos temas – Cristina Buarque da Secretaria Estadual de Políticas Públicas para as Mulheres

- Encaminhamentos.

Sexta-feira 10/03 As mulheres do Sertão do Pajeú se reúnem para uma passeata em Afogados da Ingazeira. Concentração, pela manhã, no Cine São José. A caminhada vai até o Batalhão da Polícia na Praça da Alimentação.

Contato:

Maria das Dores 87 - 99384494

Contato para Imprensa:

Mariana Martins

Assessoria de Comunicação CPT PE 81- 99133293 81- 32314445