Comissão Pastoral da Terra Nordeste II

  • 8.jpg
  • 4.jpg
  • 3.jpg
  • 5.jpg
  • 6.jpg
  • 2.jpg
  • 10.jpg
  • 1.jpg
  • 7.jpg
  • 9.jpg
Dando início as manifestações que vão marcar a semana da mulher, cerca de duzentas trabalhadoras rurais da zona da mata norte do estado ocuparam, na manhã de hoje (05), a prefeitura de Aliança, há 48 quilômetros do Recife.

A ocupação, que tem como objetivo protestar contra as péssimas condições de saúde e educação nos assentamentos da zona rural da cidade, permanece até o momento.

As trabalhadoras rurais, em sua grande maioria ligada a Via Campesina (MST e CPT) e ao Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Aliança, estão aguardando a chegada do prefeito para serem atendidas. A proposta do prefeito Carlos Freitas de ser formada uma comissão das mulheres para dialogar com a prefeitura não foi acatada pelas trabalhadoras, que mantiveram a posição de realizar uma grande plenária na Câmara de Vereadores da cidade.

Na pauta das trabalhadoras estão reivindicações por maior acompanhamento das/os Agentes de Saúde nas áreas, pela chegada de núcleos móveis de atendimento em saúde nos assentamentos, pela garantia de transporte escolar para as crianças da zona rural ou a construção de escolas nas áreas não assistidas pelas atuais escolas municipais.