Comissão Pastoral da Terra Nordeste II

  • 6.jpg
  • 7.jpg
  • 8.jpg
  • 10.jpg
  • 5.jpg
  • 9.jpg
  • 2.jpg
  • 4.jpg
  • 1.jpg
  • 3.jpg

Comunidades camponesas acompanhadas pela CPT na Mata Norte de Pernambuco doaram três toneladas de alimentos para cem famílias impactadas pela pandemia e desalojadas em razão das fortes chuvas ocorridas nas últimas semanas na região. A ação de solidariedade ocorreu no município de Tracunhaém, no último dia 20.

Milho, macaxeira, jerimum, melancia, batata doce, banana, limão e coentro foram alguns dos alimentos que chagaram em boa hora às mesas dessas famílias que estão vivendo em situação de extrema vulnerabilidade social, segundo a Prefeitura Municipal. Toda a produção veio de agricultores e agricultoras das comunidades de assentamento da Reforma Agrária do município: Nova Canaã, Chico Mendes e Ismael Felipe. Essas famílias têm, nos últimos meses, realizado diversas doações de alimentos e demonstrado a força da agricultura camponesa e da Reforma Agrária para combater a fome e levar saúde e esperança às populações empobrecidas da região.

A ação integra a campanha de solidariedade “Partilhando o Pão e a Esperança”, realizada pela CPT e pelas comunidades da Mata Norte e apoiada pela Diocese de Nazaré da Mata e pela Ação Por Um Mundo Unido (AMU). O intuito é doar alimentos da Reforma Agrária para minimizar os impactos da crise provocada pelo coronavírus na vida das famílias da região. A ação do último dia 20 contou ainda com o apoio da Secretaria de Assistência Social de Tracunhaém.

 


Imagem: Prefeitura Municipal de Tracunhaém (PE)