Comissão Pastoral da Terra Nordeste II

  • 8.jpg
  • 5.jpg
  • 10.jpg
  • 2.jpg
  • 1.jpg
  • 9.jpg
  • 7.jpg
  • 6.jpg
  • 3.jpg
  • 4.jpg

 Nesta quarta-feira, 22 de junho, a Comissão Pastoral da Terra (CPT) no Brasil completa 47 anos de existência e resistência junto aos povos da terra, das águas e das florestas. Fundada no ano de 1975, em plena ditadura militar, a Pastoral nasceu em resposta às graves explorações, violações de direitos e violências que martirizam os povos do campo no país. Uma Pastoral que se faz Igreja radical e profética, profundamente conectada com o sonho de justiça dos empobrecidos e empobrecidas da terra. 

Para marcar o seu aniversário no espírito da partilha e do compromisso com as causas dos povos mais necessitados, comunidades camponesas e agentes pastorais que compõem a CPT Nordeste 2 (Alagoas, Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte) realizarão uma série de encontros, estudos e celebrações. Também estão sendo planejadas ações de doações de alimentos, por meio do mutirão de solidariedade “Repartir a terra, partilhar o pão”, realizado desde 2020 pelas famílias agricultoras apoiadas pela CPT NE2 em celebração ao aniversário da Pastoral. As ações ocorrem já a partir desta quarta-feira e devem se estender durante as próximas semanas. 

Ao longo deste período, toneladas de alimentos da agricultura camponesa deverão ser entregues a famílias em situação de fome ou desemprego em periferias e zonas rurais de municípios de Alagoas, Paraíba, Pernambuco e Rio Grande do Norte. Este ano, os alimentos também chegarão a famílias desabrigadas em razão da negligência dos poderes públicos diante das fortes chuvas ocorridas em Pernambuco nas últimas semanas. O mutirão “Repartir a terra, partilhar o pão” está em seu terceiro ano consecutivo e já destinou cerca de 100 toneladas de alimentos a populações vulneráveis daqueles estados. Para a CPT NE2, o gesto de solidariedade contribui para ampliar o diálogo com a cidade e demonstrar a importância da luta pela terra/território e da Reforma Agrária para combater a fome no país e promover justiça social e dignidade no campo.

Acompanhe outras informações sobre as ações em nossas redes sociais: @cptne2 (facebook e instagram) e em nossa página eletrônica: www.cptne2.org.br.