Comissão Pastoral da Terra Nordeste II

  • 2.jpg
  • 7.jpg
  • 9.jpg
  • 4.jpg
  • 6.jpg
  • 8.jpg
  • 5.jpg
  • 1.jpg
  • 3.jpg
  • 10.jpg

A CPT Araguaia-Tocantins e a Diocese de Tocantinópolis divulgam Nota de Pesar pela passagem de dona Olinda, mãe de Padre Josimo. Coordenador da Comissão Pastoral da Terra, Josimo foi assassinado em 1986, a mando de fazendeiros, em Imperatriz (MA). Na manhã de hoje, Dona Olinda, aos 82 anos, fez sua Páscoa em Marabá, no Pará, onde vivia. Confira a Nota na íntegra:

(foto: CEB's)

NOTA DE PESAR

“ ...o chão aqui do nosso lado, transpira lágrimas de dor, pelos filhos que se foram, sangue que germina em flor êê.. E Josimo companheiro, tua vida em nossas vidas, Olinda o teu olhar, mãe serena vive em ti” (Paulo Maciel)

É com grande pesar, que recebemos na manhã deste dia 3 de setembro de 2021 a triste notícia da partida de dona Olinda Moraes Tavares, mãe de Padre Josimo. Ela fez sua páscoa hoje aos seus 82 anos, na cidade de Marabá, PA, em consequência de uma súbita parada cardíaca.

Dona Olinda sempre foi para nós inspiração, símbolo de força, de uma mulher resistente que, mesmo depois da perda de seu filho, assassinado em 10 de maio de 1986, nunca deixou de caminhar e se fazer presente ao lado do povo em luta por justiça, especialmente nas Romarias da Terra e das Águas Padre Josimo.

Dona Olinda deixará em nós muita saudade e eterna admiração pela sua força incansável, ela tão frágil, na sua fé e esperança por uma terra mais justa e solidária.

Muito obrigada por tudo, dona Olinda, e por ter presenteado o povo de Deus com um profeta da justiça, o seu filho Padre Josimo. A senhora era a pessoa com quem mais ele se preocupava, até nos últimos dias, quando já se aproximava seu martírio.. As palavras de Josimo no seu testamento espiritual jamais serão esquecidas: "Só tenho pena de uma coisa; minha mãe que só tem a mim e não há mais ninguém por ela, pobre, viúva. Mas vocês ficam aí e cuidem dela. Nem o medo me detém. É hora de assumir. Morro por uma causa justa."

Dona Olinda, a senhora foi um exemplo de humanidade, de mulher e de mãe.

Descanse em paz. Agora aí do céu, junto do seu filho, cuide de nós!

Comissão Pastoral da Terra – Araguaína Tocantins e

Diocese de Tocantinópolis