Comissão Pastoral da Terra Nordeste II

  • 7.jpg
  • 9.jpg
  • 5.jpg
  • 8.jpg
  • 10.jpg
  • 6.jpg
  • 1.jpg
  • 3.jpg
  • 2.jpg
  • 4.jpg

A proposta saiu da votação na Assembleia Legislativa gaúcha após manifestações de movimentos sociais e Ministério Público nesta terça-feira

 - Após manifestações de entidades ambientalistas, movimentos sociais e Ministério Público Estadual, foi retirado de votação projeto de lei que flexibiliza o uso de agrotóxicos no Rio Grande do Sul. A proposta tramita na Assembleia Legislativa e tinha votação prevista para esta terça-feira (25).

O deputado estadual Ronaldo Santini (PTB) anunciou que iria retirar da sessão do plenário o projeto de sua autoria, depois de afirmar na imprensa gaúcha que “não conhecetecnicamente a matéria” e que nada entende de agrotóxicos.

 

 

O projeto (PL 78/2012) previa a alteração da Lei estadual nº 7747 - com quase 30 anos de criação -, que proíbe o uso em território gaúcho de agrotóxicos que já são vetados em seu país de origem.

O Ministério Público do estado havia lançando uma carta apontando que “na prática, a medida significaria liberar agrotóxicos, hoje proibidos no Rio Grande do Sul, sem prévia testagem e aprovação em seus países de origem, colocando em risco a saúde de nossos trabalhadores, da população em geral e do meio ambiente.”

Apesar da retirada dessa proposta, ainda tramita na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul outro projeto de lei (PL 20 /2012) que versa sobre o tema dos agrotóxicos.

De São Paulo, da Radioagência NP, Vivian Fernandes.

 

fonte: http://www.radioagencianp.com.br/11106-projeto-que-flexibiliza-uso-de-agrotoxicos-e-engavetado-apos-pressao-social