Comissão Pastoral da Terra Nordeste II

Ocorre até hoje (4) a 1ª Feira da Reforma Agrária organizada pelo MST em Atalaia, em Alagoas. A ação se iniciou nas primeiras horas da manhã dessa terça (3) na Vila de Atalaia, reunindo dezenas de camponeses e camponesas de diversas regiões de Alagoas. Além da comercialização dos alimentos produzidos nas áreas de Reforma Agrária, a Feira conta ainda com uma programação cultural durante a noite, com apresentações artísticas gratuitas e abertas ao público.
1ª Feira da Reforma Agrária Atalaia, em Alagoas. Foto: Marco Túlio / MST Alagoas

Por Gustavo Marinho
Da Página do MST

 

De acordo com Débora Nunes, da coordenação nacional do MST, a Feira é um importante momento de diálogo com a população em torno da produção de alimentos saudáveis e do combate ao uso dos agrotóxicos.

Foto: Marco Túlio / MST Alagoas

“Atalaia é uma cidade com um grande número de assentamentos da Reforma Agrária, fruto da luta pela terra, como também de diversos acampamentos, com centenas de famílias que seguem em luta”, destacou Nunes. “Quem vive aqui se relaciona cotidianamente com a luta pela Reforma Agrária, seja pela comida que chega na mesa ou até mesmo nas conquistas fruto da luta dos camponeses organizados na região, mas que atente todo o município”.

“Queremos aqui, mais uma vez, mostrar concretamente aos moradores e moradoras de Atalaia o papel e a importância da Reforma Agrária”, explicou Débora, que também integra o Setor de Produção, Cooperação e Meio Ambiente. “Quem passar pela Feira vai poder conferir o que temos de melhor no campo: produção de alimentos saudáveis, livres de veneno e produzidos em harmonia com a natureza”.

A 1ª Feira da Reforma Agrária em Atalaia integra o circuito de Feiras organizadas pelo MST em Alagoas que, além da Feira estadual que completou 20 edições em setembro de 2019, já passou pelas cidades de Paripueira, Junqueiro e São Luiz do Quitunde durante o ano.

*Editado por Fernanda Alcântara