Comissão Pastoral da Terra Nordeste II

  • 10.jpg
  • 2.jpg
  • 4.jpg
  • 9.jpg
  • 6.jpg
  • 5.jpg
  • 7.jpg
  • 3.jpg
  • 8.jpg
  • 1.jpg

A Comissão Pastoral da Terra (CPT) e a Fetape estiveram reunidas com o arcebispo da Arquidiocese de Olinda e Recife, Dom Fernando Saburido, e com o bispo auxiliar, Dom Limacedo, para apresentar o cenário atual dos conflitos no campo na Zona da Mata de Pernambuco. O encontro ocorreu nessa sexta-feira, 23, no Recife.


Na ocasião, as organizações sociais expressaram preocupação com a situação de iminente despejo de famílias agricultoras da localidade. A falta de resposta do Estado frente aos compromissos firmados para resolver os conflitos agrários foi um dos fatos debatidos. O Iterpe não avançou nos levantamentos topográficos e na regularização das áreas, compromissos assumidos há quase um ano. Também não houve evolução nas cobranças de dívidas dos proprietários e sua conversão em terra.

A atuação do Poder Judiciário também vem preocupando as entidades, uma vez que estão paralisadas as conciliações dos processos judiciais no Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE), ao passo que avançam as decisões de reintegração de posse contra famílias da região.

Os bispos se comprometeram em dialogar com diversos parlamentares estaduais e federais para solicitar apoio e atuação conjunta em defesa dos direitos dos agricultores/as posseiros/as, bem como realizar audiências com autoridades do Governo Estadual e do Judiciário.

A reunião contou com a presença de Plácido Júnior e Geovani Leão, da CPT; Cícera Nunes, presidenta da Fetape; Bruno Ribeiro, advogado de ambas as organizações; diácono Jaime Bomfim, da Comissão Pastoral para a Ação Sociotransformadora; padre Agivaldo Lessa e Lenivaldo Marques, da Diocese Palmares.

(CPT/FETAPE)