Comissão Pastoral da Terra Nordeste II

Paraíba

CPT recebe prêmio da ONU por iniciativas de combate à desertificação e convivência com o Semiárido

CPT recebe prêmio da ONU por iniciativas de combate à desertificação e convivência com o Semiárido
 
As experiências desenvolvidas pela CPT em Campina Grande foram reconhecidas como iniciativas que objetivam melhorar a qualidade de vida das populações e as condições dos ecossistemas afetados e pela desertificação e a seca no Brasil
 
A Comissão Pastoral da Terra de Campina Grande/PB recebeu, nessa última sexta-feira (17/06/16), o prêmio internacional Dryland Champions, concedido pela Convenção das Nações Unidas de Combate à Desertificação (UNCCD). A premiação, que ocorreu no Ministério do Meio Ambiente, em Brasília, visou homenagear organizações que contribuem para o manejo sustentável de solos nas áreas suscetíveis à desertificação e que objetivam, principalmente, melhorar a qualidade de vida das populações e as condições dos ecossistemas afetados pela desertificação e a seca no país.…

Leia mais:

Audiência Pública na AL/PB celebra os 18 anos do Pronera

Fomos uma turma desafiadora. Muitos professores e alunos não nos queriam na Universidade”, contou o ex-cortador de cana e ex-catador de caranguejo Gilmar Felipe Vicente, 35 anos, que hoje vive no Assentamento 1º de Março, em Pitimbu, no Litoral Sul da Paraíba. Filho de analfabetos, o assentado relembrou suas conquistas desde a barraca de lona do acampamento, onde foi alfabetizado aos 15 anos, até a conclusão da pós-graduação Residência em Trabalho, Educação e Movimentos Sociais realizada pela Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio (EPSJV/Fiocruz), no Rio de Janeiro, em parceria com o Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária (Pronera).…

Leia mais:

Relato da CPT João Pessoa sobre o assassinato do trabalhador Ivanildo Francisco da Silva

A Comissão Pastoral da Terra em João Pessoa partilha relato que dá detalhes dos momentos que antecederam o assassinato do trabalhador rural Ivanildo Francisco da Silva, ocorrido no último dia 06 de abril, no município de Mogeiro/PB. A CPT em João Pessoa se reuniu com o trabalhador e outras lideranças no mesmo dia em que foi assassinado, para tratar sobre os conflitos agrários e as ameaças na região. Outros trabalhadores rurais e lideranças camponesas estão na lista de ameaçados de morte na mesma região.…

Leia mais:

PB - Trabalhador rural foi vítima de episódios de violência no campo antes de ser assassinado

O trabalhador rural Ivanildo Francisco da Silva, 46 anos, assassinado na noite desta quarta-feira (06/04) no município de Mogeiro/PB, já tinha sido vítima de outros episódios de violência por atuar na luta pela terra na região.

 

Ivanildo Francisco, casado e pai de cinco filhas, estava entre os oito trabalhadores rurais da antiga Fazenda Mendonça - atualmente assentamento Dom Marcelo - que estiveram presos por 19 meses, de abril de 2002 a dezembro de 2003. Ivanildo e os demais trabalhadores foram acusados injustamente de terem atentado contra a vida do Policial Civil Sérgio Azevedo. O caso ficou nacionalmente conhecido em 2015, quando os trabalhadores foram julgados pelo Tribunal do Júri de João Pessoa e foram absolvidos por unanimidade.…

Leia mais: